Telecomunicações offshore e a importância renovada dos satélites de comunicação

As comunicações por satélite historicamente interligam os cinco continentes de forma confiável provendo à décadas comunicações de voz, dados e mais recente a Internet, a governos, forças armadas e a grandes corporações como instituições bancárias e empresas de presença global.

Fundeio do Porto de Imbitiba em Macaé, Rio de Janeiro, Bacia de Campos
Fundeio do Porto de Imbitiba em Macaé, Rio de Janeiro, Bacia de Campos

Porto de Imbitiba da Petrobrás, em Macaé, Rio de Janeiro, Bacia de Campos
Porto de Imbitiba em Macaé, Rio de Janeiro, Bacia de Campos

PSV - Platform Supply Vessel - Farstad Far Strider
PSV – Platform Supply Vessel – Farstad Far Strider

Tijupá contendo diversas antenas dos sistemas de comunicação do navio
Tijupá contendo diversas antenas dos sistemas de comunicação do navio

Fundeio do Porto de Imbitiba em Macaé, Rio de Janeiro, Bacia de Campos
Fundeio do Porto de Imbitiba em Macaé, Rio de Janeiro, Bacia de Campos

Antena Estabilizada Seatel Cobham 4009-MK3 Banda Ku
Antena Estabilizada Seatel Cobham 4009-MK3 Banda Ku


Demonstração da estabilização da antena em torno dos 3 eixos sempre apontando para o satélite

Posted in Telecomunicações | Comments Off on Telecomunicações offshore e a importância renovada dos satélites de comunicação

Montando um rack de porta mala para transporte – seguro – de bicicletas

Ciclismo é um esporte saudável para o corpo e a mente, porém, muitas vezes precisamos transportar as bicicletas para outras localidades para desfrutar de paisagens, trilhas, ciclovias, montanhas, enfim, uma grande variedade de lugares onde podemos desfrutar das benesses da bicicleta.

Seja o destino na mesma cidade, ou até outro Estado da Federação, o transporte das bicicletas é algo que deve ser levado muito a sério, pois se algo der errado, não só o prejuízo financeiro poderá ser elevado, como poderá ser causado um acidente envolvendo outros carros.

Alguns regras básicas devem ser seguidas ao se comprar um rack para transporte, seja modelo afixado no teto do carro, ou modelo para porta malas de sedans e hatchback: a qualidade do fabricante.

A primeira regra, é comprar uma marca de excelente qualidade, padrão Thule ou similar, jamais arriscar com tipos de baixo custo que poluem as lojas de bicicletas e o Mercado Livre.

Mas mesmo os racks de boa qualidade podem ainda ser melhorados para garantir a integridade das bicicletas, não causar acidentes fatais nas estradas – IMAGINE UMA OU DUAS BICICLETAS CAINDO NA ESTRADA A 100KM/H E ATINGINDO OUTROS CARROS ATRÁS – e ainda podemos proteger a pintura do carro sem causar muitos danos a lataria.

Eu em particular prefiro racks de porta mala ou invés de teto, apesar de possuir ambos, dependendo de onde você irá transitar, em especial em garagens de edifícios, terá que se desmontar e montar as bicicletas no rack de teto fora do prédio o que pode não ser viável por diversos motivos, até por falta de local na rua para estacionar temporariamente e colocar ou retirar. E durante o processo, ainda corre o risco de ser assaltado. Sim, é algo que deve se considerar dependendo da situação.


Rack de porta malas montado em carro tipo
Rack de porta malas montado em carro tipo “hatch”, porém, intercambiável para sedan


Alguns pontos podem ser melhorados nesse tipo de rack, em especial quanto a segurança no processo de fixação a lataria, especificamente ao porta malas. As cintas de fixação que vem nos modelos de boa qualidade normalmente são suficientes para suportar o peso de uma bicicleta ou até duas, porém, nas estradas brasileiras a qualidade do piso é tão ruim, que os esforços a que são submetidas as suspensões dos carros afeta e sim a fixação desse tipo de rack.

Apesar dos quatro pontos originais de fixação, sendo que dois funcionam para suportar o peso total do rack e das bicicletas e que são afixados na parte superior do porta malas, e os dois que ficam na parte de baixo são para evitar justamente que o rack e a carga seja jogada para cima conforme o movimento natural da suspensão do carro.

Ainda assim não é suficiente para garantir a segurança do transporte.

As cintas são essencialmente frágeis para suporte pesos elevados e a força G criada pelo movimento vertical do carro nas crateras lunares que enfrentamos em terras brasilis, e o pior, se degradam rapidamente, devido a corrosão dos metais e da agressão extrema das intempéries, especialmente os raios ultra violetas do Sol que destroem as cintas de nylon.


Cinta de amarração de carga para até 800 quilos de peso
Cinta de amarração de carga para até 800 quilos de peso


A alternativa que encontrei para reforço estrutural em racks de porta malas pode ser encontrada em lojas especializadas em ferramentas e produtos para indústria e empresas em geral, e se chama “cinta de amarração de carga”, utilizado para embalagem de materiais de grande porte e peso.

Essa cinta em particular que adquiri tem 4 metros de comprimento e é o suficiente e adequado para o tipo de porta malas “hatchback” e suporta até 400 quilos de tração. Ou seja, esqueça o limite estrutural da maioria dos racks disponíveis no mercado que não recomendam mais do que 20 quilos de peso a transportar (o peso máximo de uma bicicleta convencional ou 30 quilos para transporte de duas bicicletas de alumínio).


Cinta de amarração de carga para até 800 quilos de peso
Cinta de amarração de carga para até 800 quilos de peso, fabricado pela Quality Brasil


Obviamente, se o modelo do carro for “hatchback”, é necessário abrir a caixa de fusíveis e relays e dependendo da configuração elétrica do sistema, ou retirar o fusível de proteção do motor acionador do limpador do vidro traseiro, ou retirar o relay específico dessa função. Na linha Chevrolet foi necessário retirar o relay específico do limpador traseiro, pois esse modelo de carro aciona o limpador traseiro de forma automática quando detecta chuva e a marcha “a ré” é engatada. O que representaria um problema sério para o funcionamento do limpador considerando que ele está travado pelas cintas de fixação e poderia danificá-lo.


Caixa de fusível e a retirada do relay de acionamento do limpador do vidro traseiro
Caixa de fusível e a retirada do relay de acionamento do limpador do vidro traseiro


Um detalhe interessante que pode prover mais conforto é utilizar fita de auto fusão utilizada para conexões elétricas em ambiente interno com o objetivo de amortecer impactos da bicicleta e de suas partes as hastes de metal do rack. O principio da fita de auto fusão, é que uma vez ambos os lados em contato, em poucos minutos há uma reação química que as fundem em uma só, auxiliando também a evitar a entrada de umidade nos contatos elétricos, mas nesse caso, cria uma minima espessura emborrachada que irá absorver a vibração da bicicleta e de suas partes em contato com o rack.

Como a fita de auto fusão não suporta as intempéries, é necessário cobri-la com uma fita específica da 3M que suporta a ação do tempo e tem filtro ultra violeta para diminuir os efeitos da exposição a luz solar. Assim, criei uma camada absorvente de pequenos impactos diminuindo ruído durante o transporte.


Abraçadeiras Hellerman para fixação e evitar vibrações da cinta de amarração
Abraçadeiras Hellerman para fixação e evitar vibrações da cinta de amarração


Observe que outro dispositivo de extrema utilidade pode ser utilizado em diversas aplicações onde é necessário a função de “abraçadeira”, que é a fita Hellerman. Essa fita na realidade é patenteada e projetada para diversos tipos de aplicação, originalmente organizar cabeamentos de todos os tipos, em ambientes internos e até externos, com filtros de ultra violeta e suportando altas temperaturas e elevadas tensões.

A fita Hellerman pode ser utilizada para fixar o pedal ou pedivela a haste do rack de forma a evitar que a bicicleta fique vibrando e batendo no rack durante o transporte. Outra função da fita Hellerman é inclusive segurança física e patrimonial, pois ao utilizar a abraçadeira ao redor do suporte de borracha do rack onde a bicicleta é encaixada para garantir que a bicicleta não irá sair do suporte, serve também para evitar que em um congestionamento algum bandido tente roubar a bicicleta e sair pedalando no meio do trânsito.

A abraçadeira é fabricada em diversos modelos, e a que optei é de alta resistencia, somente um estilete ou um alicate de corte adequado pode cortá-la.


Pintura protegida através de fita adesiva Silver Tape da 3M
Pintura protegida através de fita adesiva Silver Tape da 3M


Para proteger a pintura do carro e naturalmente evitar expor a lataria ao oxigênio e assim criar corrosão, recomendo o uso de fita adesiva Silver Tape da 3M, que além de suportar o atrito e pressão da cinta de amarração estrutural de nylon, é resistente a água e sua cola pode ser removida facilmente com o uso de WD-40.


Fita adesiva Silver Tape 3M
Fita adesiva Silver Tape 3M

Muitos usuários de bicicleta evitam a montagem de rack de porta malas porque sabem que invariavelmente irá danificar a pintura do automóvel assim como causar algumas mossas nos pontos de contato do rack com a latarias, porém, existe um paliativo para mitigar o problema de riscar a pintura.


Feltro adesivo para veículos com cola acrílica que não agride o verniz da pintura
Feltro adesivo para veículos com cola acrílica que não agride o verniz da pintura

Em casas de pisos e material de construção pode-se comprar placas de feltro e recortá-las conforme a necessidade e colar na lataria, fazendo um anteparo entre os pontos de contato do rack que normalmente são de plástico duro e de fato, arranham fortemente a pintura causando danos até a lataria, conforme o uso intensivo do rack para transporte de bicicletas.


Feltro adesivo para veículos com cola acrílica que não agride o verniz da pintura
Feltro adesivo para veículos com cola acrílica que não agride o verniz da pintura

Quando for desmontar o rack, existe a opção de deixar os feltros colados a lataria já prontos para o próximo transporte, ou por razões de estética, se desejar retirá-los, é só utilizar WD40 para limpar o resíduo de cola.

Tinta em spray Colorgin Premium cor preto fosco
Tinta em spray Colorgin Premium cor preto fosco

Para revitalizar a pintura do rack, justamente para proteção contra as intempéries e prover um visual melhor no conjunto, pode-se utilizar uma lixa de ferro bem fina, lixar levemente as hastes do rack, e aplicar em camadas a tinta preto fosco com 3 ou 4 demãos espaçadas de preferência de um dia para outro. Ao aplicar, utilize apenas uma “passagem” do spray ao longo do rack, para evitar o excesso de tinta, nem que para tal algumas partes fiquem a descoberto inicialmente.


Fita auto fusão 3M
Fita auto fusão 3M


Fita isolante com filme de PVC com filtro ultra violeta 3M
Fita isolante com filme de PVC com filtro ultra violeta 3M


Abraçadeiras Hellerman Insulock em nylon estabilizadas em raios Ultra Violetas
Abraçadeiras Hellerman Insulock em nylon estabilizadas em raios Ultra Violetas


A idéia de se aplicar a fita refletiva da 3M que é homologada pelo Contran abaixo das lanternas traseiras, seguindo o modelo correto de par (lado esquerdo e direito que a 3M fornece para as revendas em pacotes com 100 unidades), é para prover mais visibilidade ao motorista atrás em duas situações: a primeira, quando não houver bicicleta no rack, irá servir para alertar que existe um anteparo extra que se prolonga da traseira, evitando que o motorista se aproxime demais e acabe amassando o rack e consequentemente, o porta malas.

A segunda situação, quando efetivamente as bicicletas foram transportadas durante a noite, será uma fonte de iluminação extra para os motoristas que se aproximam, e assim, terem mais visibilidade na manutenção de distância segura e também caso façam manobra de ultrapassagem, tenham mais cuidado ao fazer a manobra.

Especialmente aos motociclistas que infelizmente por sermos um país subdesenvolvido, é permitido que o espaço entre as faixas seja utilizado por estes, que por sua vez, acreditam que ali existe uma terceira pista invisível “exclusiva” para eles.


Faixa reflexiva adesiva fabricada pela 3M e homologada pelo Contran
Faixa reflexiva adesiva fabricada pela 3M e homologada pelo Contran

Posted in Ciclismo | Comments Off on Montando um rack de porta mala para transporte – seguro – de bicicletas

Pedalando na Praia de Cavaleiros em Macaé

Ainda não encontrei esporte mais completo do que o ciclismo, tanto para o corpo quanto a mente. Pedalar durante o dia, de noite, sob forte chuva, não importa: é garantia de melhor saúde física e mental.

Praia dos Cavaleiros - Macaé, Rio de Janeiro
Praia dos Cavaleiros – Macaé, Rio de Janeiro

O problema de pedalar e manter a bicicleta em contato direto com a maresia, é o esforço dobrado na manutenção da bicicleta, pois apesar dos materiais serem nobres, mesmo assim existe o eterno problema crônico de corrosão.

E sempre alerta: equipamento de segurança não é luxo nem modismo, é obrigatório para diminuir a possibilidade de ferimentos sérios.

Use sempre capacete em qualquer situação e dependendo da situação, o capacete “full-face”, utilizado em trilhas e até por motociclistas pode ser uma ótima opção para proteger mandíbula e dentes em quedas.

Praia do Pecado - Macaé, Rio de Janeiro
Praia do Pecado – Macaé, Rio de Janeiro

Essa bicicleta em a montei peça por peça em São Paulo em 1993. O quadro foi fabricado por uma empresa especializada em metalurgia para indústria pesada que criou a marca TwoHard, e utilizou alumínio naval e solda industrial, com uma geometria totalmente inédita, e até onde eu pesquisei, nenhum outro fabricante seguiu esse desenho até hoje.

O garfo é usinado em cromo-molibdênio que além de resistente é muito leve e de grande durabilidade.

As demais peças estruturais como caixa de direção selada e lubrificação permanente, eixos, transmissão, cubos e sistema de freio são da linha Deore XT e Alivio da Shimano sendo que algumas peças foram efetivamente fabricadas no Japão, pois a linha de produção foi para a Malásia alguns anos depois, porém, alguns componentes especiais continuam em desenvolvimento e fabricação no Japão, até os dias de hoje.

O desenho da bicicleta é no mínimo extravagante, mas a sua condução é muito direta e eficiente, além de extremamente confiável.

O pneu Kenda Quest 1.5″ apresenta excelente desempenho em pistas asfaltadas com ótima eficiência e baixo atrito na rolagem o que confere uma combinação muito interessante com o quadro da TwoHard.

Posted in Ciclismo | Comments Off on Pedalando na Praia de Cavaleiros em Macaé

K.I.T.T. Knight Industries Two Thousand – Kitt if you prefer

Knight Rider

Uma série americana dos anos 80 que fez muito sucesso nos Eua, e curiosamente, no Japão onde todos os episódios das quatro temporadas foram traduzidos, e também no Brasil, onde deixou uma legião de aficionados pelo KITT 2000, o protagonista do filme, ao lado de seu piloto.

Knight Rider KITT 2000

Construído sobre uma célula “molecular”, virtualmente indestrutível, alcançando velocidade acima de 600 km/h usando o motor em configuração de “reação”, e complementado por um sistema de Inteligência Artificial que dava vida própria ao carro – Kitt 2000 – o seu nome, era pilotado por Michael Knight, um ex-policial “sem nome e identidade” que formava a dupla inseparável.

Knight Rider KITT 2000

Para a época, não tão longe mas com o desenvolvimento exponencial da tecnologia, já adiantava alguns conceitos tecnológicos utilizados hoje em escala comercial, porém, sua concepção de “carroçeria molecular” virtualmente indestrutível, sua velocidade e aceleração extremados, e principalmente, a alma do carro, o computador KITT, que dava o nome ao carro, misturavam visão futurista da interação homem x máquina, que deveria acontecer no ano 2000, (por isso a referência à “two thousand”), a tradição e cavalheirismo de seu piloto.

Knight Rider KITT 2000

K.I.T.T. 2000 - Kitt if you prefer
Voz do Knight Industries 2000 – Kitt if you prefer

Para os aficionados na série, a estrela do filme sempre foi o KITT, o computador que era a alma do carro, e que além de contar com recursos tecnológicos avançados, como raio laser, comunicação por satélite, sistemas de contra medidas eletrônicas, vídeo conferência, sensores de navegação avançados baseados em laser, rádio frequência, pulsos eletromagnéticos, carga das baterias por energia solar e toda uma gama de facilidades que somente agora a indústria automobilística começa a desenvolver.

O seu algorítimo de inteligência artificial ainda lhe possibilitava um certo senso de humor que conferia um toque quase humano na interação com o seu fiel escudeiro – Michael Knight – e interação com outras pessoas e o ambiente a sua volta.

Nesse trecho do primeiro filme da série, Michael Knight não tinha sido instruído a respeito da tecnologia embarcada no carro, e muito menos da presença do K.I.T.T., ou “KITT as your preferer”. Pode-se ter uma ideia do interior do carro, e principalmente, da apresentação do Kitt na voz original – infelizmente o ator que emprestava a voz faleceu recentemente – e sua interação inicial com o piloto.

Knight Rider KITT 2000

Essa á a capa da pacote de DVD da segunda temporada, que vem no original em inglês com legendas em japonês e português. No Brasil, foi lançado a primeira e segunda série porém ainda está disponível as demais temporadas na versão original em inglês.

O carro usado na séria, um Pontiac Firebird, era praticamente original, com alguns acessórios externos como o sensor laser sequencial, e usava os conceitos automotivos da década de 80, porém, foi imortalizado pelo Kitt.

Abertura dos episódios de Knight Rider

Posted in Auto | Comments Off on K.I.T.T. Knight Industries Two Thousand – Kitt if you prefer

Expanding battery life in standard UPS in our house or office

Electricity, the basis of our civilization



Raining is coming, summer arriving soon and with our third world infrastructure, long blackouts and electricity intermittent fail are expected in geometrical scale.

So, forget the devices sold as stabilizers and filters because it will simply not work.

Adopt UPS with at least expansible feature to install additional battery bank to improve time operation. Manageable UPS with updated software is a best choice because we can monitor its performance and status online.


APC RS 1200 VA
Starting service for adding extra battery bank

APC is a high standard equipment and according to its specifications it could feed one more 24 Volt battery, with the only drawback of need more time to fully charge all batteries.

As a matter of fact, I used the same standard battery and configured a bank using of course a in series configuration and to input this external bank into the system I have cut a piece of its chassis to pass the new cabling and have both positive and negative wires welded in the internal DC line because they are already welded in a special place in the master board.


APC RS 1200 VA
Welding external bank wiring into internal feed

The big deal when you do that is to check to only the specifications of the UPS, but also check if there is a trimpot to adjust the charge tension of the batteries. It may need to increase 1 Volt – depending on the original project – and use good instrument to make all applicable measures to assure the correct drain current for stationary batteries.

The battery bank is attached to the top of main chassis using professional 3M Dual Lock Velcro permanent glued over it, and another face to the batteries, so you provide a stable position for the bank to avoid risk of accidents. In case of battery substitution, just take it away from the top of UPS and use a new piece of 3M Dual Lock into the bottom of the new bank.

Please check the quality of connectors used to assure electrical isolation and mechanically firmed attached to avoid any possibility of short circuit and bad contact which could be catastrophic for your UPS and also for our office, don´t forget electricity outages may cause big troubles and put fire on your site !


APC RS 1200 VA
Final assembly of the APC RS 1200 VA with additional battery bank

Now, another feature that must be checked is the operating temperature of rectifier diodes and power transistors, because more current drained, more power and of course more temperature. This APC model has a cooler and I have just reinstalled it very near this components, because in the original position, it were directed to the mains transformer.

Update the management software and check the performance and status of the UPS and we will see almost double time of battery operarion.


TS-SHARA UPS 1400 VA
This 1400 VA UPS from TS Shara has already connector for external 24Volt battery

To expand this UPS battery bank it was not difficult, since the main concern was to find the external connectors needed to connect the external bank in the rear part of the equipment. Using and surplus UPS parts, it


TS-SHARA UPS 1400 VA
UPS under operation using same assembly concept of external bank

Again, always consider security in all operations, installations and only use correct procedures for connectors, welding and isolate everything with professional products like 3M™ Scotchfil™ Electrical Insulation Putty – this black electrical grade, rubber-based, self-fusing insulating putty is supplied in tape form. It´s simple to use, last forever, and support high tension (which is not our case since we are talking about 24V DC).


SMS 700 VA
Unmanaged UPS SMS 700VA – all purpose no break

Now, imagine a simple but efficient UPS that has only one internal 12V battery for general purpose use, like a desktop, a PlayStation console and other stuff that must not be turned off due to power outage to not generate not only hardware failure but software issues.

But if you connect some equipment which uses in average half of its nominal Watt output, life battery maybe not enough to even shutdown or device and then, you may have a headache.


SMS 700 VA
Preparing the cooler and tools after system survey

Considering not using a large and expensive UPS for this kind of situation, you can study how to expand its battery time, but please, check if the rectifier and the AC driver is able to provide more current, otherwise, for sure we will see some component burning and you may feel a bad smell coming from it.

In this case, to avoid temperature rising in main diodes and transistors, I decided to install a simple cooler to blow cold air into the unit, and the air flow is assure naturally by the design of the whole assembly.

It’s not a simple issue to blow FRESH air into the equipment; you must assure the HOT air leave the equipment otherwise there will be no AIR FLOW, no temperature stabilization. It´s simple like that.


SMS 700 VA
UPS expansion done and fully operational providing power to some gadgets

The battery used is the same standard as the internal one, and it is fixed atop the UPS using 3M Velco.

To isolate the external terminal of the batteries it’s advised to use PVC insulated tape – also from 3M or even Silver Tape from 3M depending on the physical position and shape of the equipments. This way you protect the system if some metallic part touch them and provide mechanical stabilization of the external batteries.

To protect the main board from corrosion or humidity, the super master mega plus WD-40 will solve it. Just spray its flux along the board and electrical contacts that you will extend the life of the equipment.


Enjoy your longer life UPS operating time ! But don´t forget, if you are unsure about what to do, please, ask for an electronic technician support.


Grounding, Grounding & Grounding – Good connection to Earth is mandatory for electrical devices work proper and safety, don´t forget it

Posted in Telecomunicações | Comments Off on Expanding battery life in standard UPS in our house or office

Tempra Turbo – Próximo de completar a maioridade

Diário de Bordo, Macaé-RJ

Após 17 anos completos deste fiel escudeiro, hora de manutenção para garantir sua saúde.

A manutenção realizada no sistema de escape, incluiu a troca das juntas metálicas do coletor de saída, e os dutos de silicone originais (peça Fiat fabricada na Inglaterra) do sistema de lubrificação e arrefecimento da turbina.

Duto de silicone de alta temperatura fabricado na Inglaterra, original Fiat

As peças foram compradas há 8 anos, quando foram trocadas pela primeira vez, e estavam inclusive na embalagem original.

Troca das juntas do coletor de escape e da turbina Garret T3

As juntas do coletor de saída e manutenção na vedação do sistema de escape, foram trocadas e utilizadas peças de metal para suportar as altas temperaturas e pressão no sistema.

Embreagem e platô original do Alfa Romeo 164 original da transmissão do Tempra Turbo

O sistema de embreagem foi trocado, utilizando o kit original do Alfa Romeo 164 V6, que suporta mais de 200 CV de potência e torque elevado, produzidos pelo motor de 4 cilindros sobrealimentado do Tempra.

A embreagem foi trocada não em função de desgaste de uso, mas sim, devido a quebra de uma mola em função de corrosão, devido ao pouco uso do carro.

Pintura perolizada Vermelho Sevilla, original, tratamento de pintura através de cera de uso profissional para proteção e limpeza

Ao fim da manutenção, um belo banho e uma cera em sua carroçaria original para o merecido brilho.

Posted in Auto | Comments Off on Tempra Turbo – Próximo de completar a maioridade

Waterman Exclusive Fountain Pen – pena de ouro 18K

Minha predileção por instrumentos de escrita, me trás a lembrança do falecido Adolf Bloch, o então proprietário da rede de TV Manchete e um grupo editorial, onde ele contou uma história que um de seus jornalistas havia reclamado de seu ferramental de trabalho. O jornalista, estava reclamando que sua filmadora que usava para gravar as matérias não era o último modelo de tecnologia. E segundo escreveu Adolf Bloch em sua coluna na revista Manchete, a resposta foi: se eu lhe der uma caneta de ouro você escreverá matérias que nem Machado de Assis?

Contextos a parte, onde também a história nos conta que Albert Einstein desenvolveu a famosa equação E=mc2 utilizando cotoco de lápis e giz de quadro negro, posso abstrair que cada caso é um caso.

Não pretendo escrever poemas que nem Machado de Assis nem resolver a equação da Teoria dos Campos Unificados de Einstein porém gosto de escrever de forma estilosa e porque não dizer clássica.

Waterman Exclusive Fountain Pen - 18K Gold nib

Minha recente aquisição para minha coleção particular, segue o preceito de modelos considerados clássicos, já fora de fabricação por décadas, mas que são instrumentos de escrita de precisão utilizando a mais antiga forma de escrita baseada em tinteiro.

Essa caneta Waterman Exclusive apresenta acabamento primoroso e dimensões e peso quase ideais para meu estilo de escrita o que me fez adquiri-la em uma loja de renome na cidade do Rio de Janeiro.

Pelikan Edelstein Turmaline Ink of the year 2012

E para acompanhar a caneta, de forma acidental encontrei em uma loja tradicional no centro do Rio – na região da Buenos Aires – alguns vidros de tinta que são consideradas exóticas no mercado internacional.

E resolvi adquirir a tinta da Pelikanm série Edelstein cor Turmalina, que segundo o próprio fabricante foi a tinta do ano de 2012.

Na realidade a cor da tinta é rosa, porém, é muito consistente, precisa e de rápida secagem o que confere um tom bem exótico na página escrita.

Posted in Fountain Pen | Comments Off on Waterman Exclusive Fountain Pen – pena de ouro 18K

Um clássico alemão fabricado em Portugal

Esse rádio é o modelo com a mais potente saida de áudio em equipamento considerado portátil, o que lhe confere o DNA da linha clássica Satellit.

Nesses tempos de radiodifusão internacional em mudanças após as grandes mudanças geopoliticas da década de 90 e o desenvolvimento de novas mídias de comunicação, ainda não há substituto efetivo e real para as ondas de rádio.

Grundig Satellit 650 Professional
Grundig Satellit 650 Professional

Esse receptor alia qualidade de áudio e recursos de sintonia que o tornam um modelo ímpar devido ao seu mecanismo de pré-seletor de sintonia, acionado por micro processador que controla um motor de passo muito preciso que aciona o capacitor variável para obter o melhor sinal.

Em um fim de tarde a pesquisar as bandas de ondas curtas, ouvindo as estações através de circuitos analógicos tradicionais e de alta qualidade.

Esse video mostra a sintonia de uma estação horária da Russia, em uma noite de propagação aberta, porém, em modo SSB e apenas utilizando a antena telescópica própria.

Posted in Receptores | Comments Off on Um clássico alemão fabricado em Portugal

Telecomunicações OffShore – Porta Aviões NAe A12 São Paulo

As telecomunicações atualmente representam a chave para a sociedade, não só em tempos de paz como em tempo de conflitos, seja eles quais forem.

Eu tive a grata oportunidade de realizar uma atividade profissional a bordo do porta aviões NAe A12 São Paulo, referente a sistemas de comunicações embarcados.

Aerodromo NAe São Paulo A12
Foto oficial no convoo do Aerodromo A12 São Paulo

Essa foto oficial tirada pela tripulação do navio mostra o indicativo do aerodromo São Paulo que está pintado na base da torre da embarcação.

Aerodromo NAe São Paulo A12
Foto com a visão parcial do mastro do A12, destacando as antenas dos sitemas de comunicações

“Missão dada é missão cumprida.”

Posted in Telecomunicações | Comments Off on Telecomunicações OffShore – Porta Aviões NAe A12 São Paulo

Magnetic coupling balun – for random wire antenna

Neither electromagnetic theory nor calculations of any kind, just practical experimentation. As we know, the number one enemy of Dxers and shortwave radio listeners is man made noise.

Dirty electric power grids, low quality transmission lines, made in chinese electronic bulbs plague, and we have a chaos in the HF spectrum, also in MW.

How to chase it ?

Place antennas away from potential noise sources and use a transmission line shielded to input the signal into the receiver is a good and efficient approach.

Balun unbalanced - unbalanced 9:1
Transformer circuit diagram for 9:1 impedance matching

To achieve this the use of a impedance match transformer is a powerful tool. Put your random wire in some safe place, install a balun to couple the wire that acts as antenna into a coaxial cabling that will be the transmission line that is supposed to not capture noise up to your receiver placed indoor.

The random wire typically presents hire impedance, depending on its weight and length, and we can estimate in average 500 Ohms, while the coaxial cable presents 50 Ohm impedance, that is the most common input impedance of tabletop receiver and also portables like Sony and Sangean.

Balun unbalanced - unbalanced 9:1
Transformer schematic using a toroid core of ferrite for 9:1 coupling

So, to make the correct energy transference between the antenna and the receiver input, we should transform both impedances to avoid attenuation in the transmission line.

The theory of maximum energy transfer is quite simple, just think in a battery providing power, and this battery has an internal resistance value, so if the load presents the same internal resistance, maximum power transference will occur.

The same principle applies to receiving RF signals. And the so called magnetic coupling, impedance matching or transformer, will provide a ratio between the random wire impedance and the internal impedance of receiver’s front end input.

The 9:1 ratio will provide about 500 Ohm impedance of random wire be divided by 9, so the final impedance should be next 50 Ohms, the same of coaxial cable and receiver’s input.

Balun unbalanced - unbalanced 9:1
Ferrite core in toroid shape

The use of ferrite core is mainly for increasing the inductance value of the coil, and toroid shape helps magnetic coupling of the transformer and also isolates from other magnetic fields nearby.

Using enameled wire is just an option, because in this kind of assembly the wire used is not critical, because this balun is intended just to receive signals not transmit.

This toroid is really big, and in practical terms it is not necessary this way just to receive RF signals, but I have purchased 3 units in surplus conditions, so I have not had a choice to choose a specific ferrite toroid.

In fact, it can be used larger powered iron toroids to wind inductors, however, they can also be wound on ferrite cores or be air-wound. The core size, wire gauge and type of inductor used can affect the insertion loss of the transformer (balun), however for practical receiving purposes it is not a major concern.

And that makes the hobby more interesting: use the theory, but make experimentations … always.

Balun unbalanced - unbalanced 9:1
Balun construction using a strong alloy case used on VSAT stabilized systems offshore

The case to assembly the balun can be whatever material available, I have chosen a robust alloy case used as a modem for some VSAT systems. It’s mechanical features allow it to be installed virtually anywhere and placed to resist weather and very long wire that causes tension over the connector.

Balun unbalanced - unbalanced 9:1
Final assembly of magnetic coupling for random wire antennas

This case will never be broken, just that simple.

This balun is also called UN-UN (unbalanced – unbalanced) because it couples a random wire and uses a coax as transmission line, and both component are unbalanced related to ground.

If we use an antenna dipole, so, the proper balun should be balanced-unbalanced in this way.

More to come, I have two toroid units available yet to test other coil configurations and ratio transforming.

Posted in Telecomunicações | Comments Off on Magnetic coupling balun – for random wire antenna