Radioescuta em viagens a trabalho

As viagens de trabalho apesar de cansativas e com pouco tempo disponível para alguma atividade relacionada a laser ou mesmo turismo, ás vezes proporcionam momentos onde podemos pesquisar o éter em cidades distantes de nosso domicílio.

Uma cidade do norte do país que pode servir para uma boa caça a emissoras em diversas faixas, é Belém, no Estado do Pará. Situada na região da Amazônia, além de suas belezas naturais exuberantes, está mais próxima do Caribe, região de algumas emissoras interessantes que podemo ser captadas ao longo do Brasil em horários e épocas do ano propícias.

Utilizando um rádio portátil de qualidade e uma antena específica para ondas médias, já se garante as condições mínimas para pesquisa nessa faixa, mesmo dentro do quarto do hotel, em função do atraso das chuvas que castigaram a cidade durante a noite.

Lembrando que a antena RGP3 deve ser despachada na bagagem, pois não é recomendável levá-la junto aos seus pertences de mão, devido a Infraero e a policia federal questionar sobre esta quando o raio-x apontar a sua presença.

Nem todo mundo sabe o que é ferrite e nem muito menos um tubo de PVC cheio deles, com um fio enrolado ao seu redor e um dispositivo suspeito (capacitor variável) acoplado a este!

E como de praxe, a primeira emissora que busquei em onda média é a Radio Tupi do Rio de Janeiro, que tem alcançe em todo o Brasil. E confirmando seu excelente parque emissor, seus sinais chegavam bem no início da noite, como podemos confirmar abaixo.


Radio Tupi AM, 1.280 kHz, Rio de Janeiro – 100 KWatts

A Radio Inconfidencia de Minas Gerais, contrariando a tendência mundial de desativar transmissões em ondas curtas, reativou suas emissões em 19 metros, na frequência de 15.190 kHz.

Em passagem pelo famoso ponto turístico de Belém – Estação das Docas – próximo ao centro antigo da cidade, foi possível realizar um band scan e observar o que havia nas faixas de ondas curtas.

De emissoras brasileiras, somente a estação local de Belem em 4.885 kHz e a Radio Inconfidencia em 15.190 kHz se fizeram presentes.

Por volta das 19:00 UTC, as bandas tropicais estavam fechadas, e apenas as frequencias acima de 31 metros continham emissoras, e como regra geral, com sinais fortes e em boa quantidade, normalmente, DW, BBC, VOA, algumas do oriente médio e emissões em mandarim e japonês inclusive.


Radio Inconfidência, Minas Gerais – 15.190 kHz

Uma emissora internacional tradicional que é muito difícil de ser captada no centro e sudeste do Brasil em função dos 100 KWattes da Radio MEC do Rio de Janeiro – é a Radio Transmundial – Trans World Radio – que transmite em 800 kHz utilizando facilidades no Caribe, mais especificamente na Ilha de Bonaire, Antilhas Holandesas.

A TWR emite em espanhol e inglês em 800 kHz e seu alcance atinge até o sul da América, conforme reportado por outros radioescutas. Após a emissão em espanhol, pude sintonizar a TWR em sua emissão em inglês com noticiário voltado aos Estados Unidos e região do Caribe.

A seguir, um trecho da emissão em espanhol com o endereço postal de correspondência e email da Radio Transmundial.


Trans World Radio, Bonaire, Antilhas Holandesas – 800 kHz

Outra captação interessante foi a Radio Vale AM de Barreiras, no oeste da Bahia. Além da distância envolvida, o interessante é que a potência de operação noturna declarada é de 1 KWatt, contrastando com os tradicionais 100 KWatts da Radio Gaucha de Porto Alegre nessa mesma frequência.


Radio Vale AM, Barreiras, Bahia – 600 kHz

A respeito da propagação pude observar grande variação no padrão de abertura, pois por volta das 22:00 UTC, o dial em onda média estava praticamente vazio, somente as locais eram sintonizadas. Mas por volta das 23:00 UTC começaram a chegar sinais das emissoras da região amazônica e da Argentina e Uruguay.

E por volta das 00:00 UTC as tradicionais emissoras dominantes – clear channel – começaram a chegar com intensidade de sinal regular ( 620 kHz, 860 kHz, 880 kHz, 940 kHz, 1220 kHz, 1280 kHz).

Algumas emissões tradicionais do sul da América do Sul, como Argentina (710 kHz, 810 kHz, Bispo Macedo em 1350 kHz ) e Uruguay (770 kHz, R Oriental).

Os sinais de algumas emissoras da região da Amazônia começaram a chegar a partir de 00:00 UTC:

1.500 kHz – R Floresta AM, Tucuruí
1.390 kHz – R Educadora, Bragança
1.290 kHz – R Timbira, Maranhão
630 kHz – R Difusora, Amapá
770 kHz – R Clube, Marabá
570 kHz – R Imperatriz, Imperatriz
1.310 kHz – R Mazagão, Amapá

Interessante ressaltar que apesar das condições de recepção serem ruins devido aos ruídos elétricos gerados dentro do hotel, não consegui sintonizar emissoras do nordeste, a não ser Barreiras.

Trêz emissões me chamaram a atenção pois não consegui identificá-las, devido ao desvanescimento dos sinais e do ruído elétrico do local da escuta, são as frequências:

1.660 kHz – portadora com áudios aparentemente em inglês

1.370 kHz – programação em inglês com referências a “New York”

730 kHz – programação em inglês, porém, alternando frases em espanhol, no estilo Davi Miranda, e naturalmente, sem identificação na hora cheia

E o mais triste, é que após as 04:00 UTC o dial começou a ser infestado com os gemidos e urros do Davi Miranda, e o mais bizarro, foi a R Imperatriz, onde o pastor de plantão anunciava uma promoção para lá de insólita: “faça um empréstimo na minha igreja e ganhe um rádio de brinde”.

Rádio Imperatriz
Rádio Imperatriz, 570 kHz, “…faça um empréstimo e ganhe um rádio!”

Enfim, são as bizarrices de nosso país, reflexo do grave atraso cultural e subdesenvolvimento que somente fortes investimentos em educação poderão reverter esse quadro no longo prazo.

About admin

Engenheiro Eletrônico, trabalha na área de TI e Telecomunicações e é aficcionado por tecnologia, e a prática da radioescuta
This entry was posted in DX, Hardcore DX, Radioescuta, Receptores. Bookmark the permalink.